Utilização Industrial

O gás natural é hoje uma solução energética de referência, pelas vantagens que apresenta relativamente ao rendimento e manutenção dos equipamentos. É utilizado em setores tão diversos como as indústrias da cerâmica, do vidro, química, têxtil, alimentar, metalo-mecânica, siderúrgica, farmacêutica, papeleira, entre outras sendo as suas principais aplicações em caldeiras, fornos, secadores, aquecimento radiante e co-geração.

Seja pelo seu comportamento do ponto de vista ambiental, como por constituir uma alternativa aos derivados de petróleo em Portugal, o gás natural é também utilizado essencialmente em veículos de curto raio de ação integrados em frotas e a operar em áreas urbanas.

Principais vantagens no uso do Gás natural na Indústria:

Ecológicas

  • O gás natural é uma energia fóssil limpa;
  • Liberta, por unidade de energia produzida, menos dióxido de carbono;
  • O teor de enxofre é residual;
  • Não produz cinzas nem resíduos sólidos.
  • Funcionalidade
  • Não necessita de ser bombeado nem de ser aquecido;
  • Responde imediatamente ao controle, permitindo a automatização de processos;
  • Devido à sua natureza gasosa, permite menores excessos de ar na combustão;
  • A configuração adequada das caraterísticas e forma da chama é muito simples.

Económicas

  • Não é necessária energia para o transportar até ao queimador;
  • A qualidade de produto final é geralmente superior à conseguida com outros combustíveis;
  • Prolonga o tempo de vida dos equipamentos;
  • Evita a deposição de resíduos nas superfícies de transferência de calor;
  • Permite o aquecimento direto de produtos em diversos processos;
  • Permite reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, no âmbito do Comércio Europeu de Licenças de Emissão (CELE).

Vasta cobertura nacional

Pode ser assegurado de duas formas:

  • Através de uma infra-estrutura subterrânea construída até ao limite da propriedade do cliente, gasodutos de transporte e ramais de distribuição;
  • Através da construção de uma UAG, que recebe gás natural no estado líquido, através de camiões cisterna, e o regaseifica no local de consumo