Utilização Doméstica

O Gás Natural tem diversas aplicações nas nossas casas, através dos gasodomésticos. Permite-nos utilizá-lo na confeção de alimentos em fogões, placas de encastrar ou fornos, no aquecimento de água em esquentadores ou caldeiras, no aquecimento do ambiente através de sistemas de aquecimento central, piso radiante, lareiras (que simulam as lareiras tradicionais a lenha), salamandras ou convetores de parede e em máquinas de lavar louça e roupa, que usam água aquecida por caldeira ou esquentadores de água.

Principais vantagens no uso doméstico do Gás natural:

Ecológicas

  • O Gás Natural é o combustível fóssil de queima mais limpa, contribuindo, face a outras fontes de energia fóssil, para a melhoria da qualidade do ar;
  • Da sua combustão resultam menores quantidades de óxidos de enxofre e de azoto (responsáveis pelas chuvas ácidas), bem como de dióxido de carbono, que está na origem do efeito de estufa.

Económicas

  • Tem um preço bastante competitivo, permitindo, de uma maneira geral, uma importante redução na sua fatura energética;
  • É mais eficiente, porque não sofre transformações entre a origem e o momento da utilização final e, ainda, porque a chama azul que produz é forte e constante, permitindo cozinhar em menos tempo.

Segurança

  • O Gás Natural dissipa-se mais facilmente que os outros gases combustíveis na atmosfera;
  • Emite níveis mais reduzidos de gases ácidos e compostos de enxofre, que corroem os equipamentos.

Comodidade

  • O Gás Natural é canalizado, pelo que está disponível 24h/dia, 365 dias/ano. Desta forma, acabam-se os incómodos com o pedido ou transporte de garrafas ou reabastecimento;
  • Permite um ganho de espaço, pois já não necessita de um local de armazenagem de garrafas e de depósitos