COP26

Glasgow, Escócia
1 a 12 Novembro 2021 | Internacional

Sob o lema Unindo o mundo para enfrentar as mudanças climáticas, a próxima Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26) — que será realizada em Glasgow (Reino Unido) entre os dias 01 e 12 de novembro de 2021 — reunirá representantes de cerca de 200 governos com o objetivo de acelerar a ação climática para cumprir o Acordo de Paris.

Glasgow foi escolhida para ser sede da Conferência do Clima devido ao seu compromisso e trajetória com a sustentabilidade. A cidade escocesa pretende ser neutra em carbono em 2030 e converter-se em uma das cidades mais verdes de Europa graças à sua campanha Sustainable Glasgow. Além disso, ocupa a quarta posição no índice Global Destination Sustainability Index

A Conferência das Partes ou COP é o órgão supremo da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (CMNUCC), um tratado que estabelece as obrigações básicas dos 196 Estados (ou partes) e da União Europeia para combater as mudanças climáticas. Foi assinado na Cúpula da Terra de 1992 e entrou em vigor em 1994. Desde então, todos os anos se realiza uma COP para revisar o estado de sua implementação e propor, avaliar e aprovar outros instrumentos que apoiem sua instauração.

A COP reúne governos de todo o mundo com milhares de cientistas, empresários, representantes institucionais e ONGs para anunciar novos compromissos climáticos e avançar nas negociações sobre mudanças climáticas. Seu objetivo é tornar operacionais todos os pontos do Acordo de Paris. Trata-se, portanto, de um encontro ineludível na agenda climática global.

A COP26 reunirá mais de 30.000 delegações — incluido chefes de Estado, especialistas em clima, empresas e ativistas — para estabelecer um plano de ação coordenado que permita cumprir os objetivos estabelecidos no Acordo de Paris: manter o aumento da temperatura global muito abaixo dos 2 °C e avançar para cenários climáticos e energéticos que contribuam para limitá-lo a 1,5 °C. Para tal, se pedirá aos países que adotem uma abordagem ambiciosa a fim de renovar seus compromissos climáticos em nível nacional ou NDCs (Contribuições Nacionalmente Determinadas).

Mais informações